Sempre soube que era diferente, sim, diferente. Nunca soube sentar entre pessoas desconhecidas iniciar um papo. Jogar conversa fora. Sempre fui aquele está ali, sozinho, perdido no meu mundo interior. Nesse lugar sou o rei. Nesse lugar as pessoas gostam de estar ao meu lado e não me sinto retraído ou tímido. Sinto medo que o meu olhar seja mal interpretado, seja como paquera ou julgamento. Às vezes vejo alguém e me pego olhando longamente, mas na minha mente desenrola-se uma história. Quem é essa pessoa? De onde vem? Por que está ali? Qual os seus desejos? Por que está tão sério, ou sorrindo, ou triste? Esse sou eu, esse mar de divagações e devaneios. É muito fácil eu me perder no labirinto de situações hipotéticas ou irreais. Quando vejo uma menina que anda muito leve imagino asas de borboletas coladas às costas dela. Quando vejo um cara extremamente musculoso logo ele será um gladiador romano e por aí a loucura segue.

Assim, é muito difícil engatar uma conversa. A timidez me torna alguém considerado esnobe e metido, porém, não sou ou pelo menos não me jugo assim. Queria poder me observar de fora, talvez assim perceberia o que há de tão errado comigo.

Voltei à universidade e quando por qualquer motivo tenho que esperar por uma aula ou algo assim sento-me num banco que fica no centro do campus. Observo os muitos grupos que transitam por ali. Vejo os filósofos do nada, as meninas que maquiam-se, os maconheiros contumazes, os diversos gêneros de namorados e todos os outros tipos. Alguns estranhos e outros bem comuns. Os músicos, os filósofos, os letristas… Todos no plural e eu o único singular.

Acho que estou habituado. Hoje sofro esporadicamente. Antes era pior. Mas o tempo ensina e resigno-me.  A maturidade envidencia a minha completa inaptidão de iniciar contatos sociais. Talvez eu esteja quebrado, talvez um dia encontre a cola para unir os pedaços e aprenda essa inalcançável arte!

Anúncios

2 comentários sobre “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s