Crimson Peak
A Colina Escarlate

Guillermo del Toro, conhecido por filmes como O Labirinto do Fauno e A Espinha do Diabo, estreia neste mês em clima de Halloween “A Colina Escarlate”. O filme conta a história de Edit Cushing (Mia Wasikowska), aspirante a escritora que se apaixona pelo enigmático Thomas Sharpe (Tom Hiddleston). Ele e sua irmã Lucille Sharpe (Jessica Chastain) vindos da Europa procuram financiamento para a construção de uma máquina que os salvará da pobreza. Existe uma química instantânea entre os dois. 

Porém, Miss Cushing guarda um segredo, “fantasmas existem!” Ela mesma afirma na primeira frase do filme. Órfã de mãe, a mocinha é visitada pelo fantasma nada amoroso da progenitora um mês após seu passamento; e nesse momento alerta: “Beware Crimsom Peak!”

Depois do assassinato do pai de Edith, ela casa com Thomas e se muda para Allerdale Hall. Lá, percebe que existe algo errado, pois as visitas dos fantasmas se tornam mais freqüentes. Tudo tem uma ar sinistro e de mistério. Lucille Sharpe é uma mulher bela e enigmática, Edith sempre parece desconfortável em sua companhia.

Allerdale Hall
Allerdale Hall

A Colina Escarlate é um filme de detalhes. Allerdale Hall é um banquete para os olhos dos amantes de filmes sombrios. Del Toro construiu a mansão, literalmente, num brilhante trabalho de cenografia visitamos esse propriedade que sangra o tempo inteiro, e em tudo que é assustador está o vermelho sangue da argila que dá nome ao filme. Gosto muito dessa homenagem a clássicos como o “A Casa da Colina” com Vincent Price (1959), “O Chicote e o Corpo” com Christopher Lee (1963), e tantos outros clássicos.

O trabalho técnico na cenografia e no figurino é maravilhoso. Como vimos em outros filmes de Del Toro. Ele é um mestre em criar atmosferas fantasmagóricas. Todo o trabalho em Allerdale Hall é impecável em seus detalhes, tanto que o diretor frequentemente enquadra a personagem em molduras.

O ponto fraco do filme é o enredo,  previsível e em muitos momentos arrastado. Como diz a própria Edith, é uma histórias com fantasmas e não de fantasmas. Então não espere muitos sustos e medo constante. É um filme de suspense (é tenso), é um filme de terror (tem fantasmas), é um filme de fantasia (imagine morar em uma casa que sangra o tempo todo), é um romance, tudo isso com uma estética gótica.

Crimson Peak

Enfim, vamos lá a minha humilde opinião. A mocinha do filme é fraca, mas acredito que a atriz não poderia render mais com um personagem tão sem graça. O par romântico, Sir Thomas Sharpe, é bem executado mas também a personagem não tem conteúdo. Acredito que o ponto alto é a personagem Lucille, que é bela e perigosa. Jessica Chastain conseguiu executar muito bem, ela é forte e aparentemente está sempre a beira de um surto. Como disse antes os detalhes da fotografia enchem os olhos, é sombrio e muito bem acabado. É divertido, nada muito profundo, não acredito que será um clássico. Confesso que esperava algo na qualidade do “Labirinto do Fauno” mas enfim foi divertido ir ao cinema.

Detalhe, assistam em uma sala de cinema IMAX para ver o que o filme tem de melhor: Allerdale Hall.

Crimson Peak
Crimson Peak

Anúncios

3 comentários sobre “A Colina Escarlate

  1. Estava louca pra assistir a esse filme, principalmente por gostar muito desse diretor, mas não tenho ouvido nada muito interessante sobre ele, então acabei desanimando, sabe?

    1. Mas vale sempre a pena assistir a produção é excelente. Como eu disse a história é muito previsível, porém a construção artística do cenário é maravilhosa!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s