Sim… concordo!

Falando em Literatura...

Durante muito tempo achei que para escrever bastaria ler muito e, ao começar o árduo processo criativo, seria impulsionado por uma inspiração advinda do muito lido. Sarcástico engano. Doloroso engano.

escribir

A parte boa de escrever é, sem a menor dúvida, a leitura (pra que querer saber da trabalheira de encontrar a palavra perfeita, a imagem fiel ao pensamento, a descrição legítima da vida e seu estado aflito?). Ao ler, destituído de reponsabilidade pós-leitura, estamos ao sabor da palavra. Escrever é uma entrega, mas uma entrega amorosa desprovida de amor – se puderem entender, me sentirei jubilado. Quem começa a escrever se entregando com expectativa de recompensa amorosa, não conseguirá nem ao menos virar mote das próprias piadas, conseguirá no máximo encher páginas com seu ego inflado, olhando seu umbigo, a imaginar “muitos me odiaram, milhares me amarão e estes farão meu nome luzir entre as estrelas”, o ato de escrever…

Ver o post original 633 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s