Os Barrymore

Existem famílias que se dedicam a um determinado serviço, a uma determinada profissão. E esse é o caso do clã Barrymore

Tudo começou com Maurice Barrymore. Ele nasceu em 1849, em AmritsarPunjab,Índia, e era filho de William Edward Blythe e Matilda Chamberlayne. Seu nome verdadeiro era Herbert Arthur Blythe Chamberlayne, e sua mãe morreu no parto.

Maurice Barrymore

Quem o criou foi sua tia, Amelia Chamberlayne Blythe, irmã de sua mãe que era casada com o irmão de seu pai. Herbert foi mandado para a Inglaterra, e fez Direito em Oxford. Além disso, gostava de boxe e futebol, destacando-se, nestes esportes. Mas, entre todas estas atividades, ele acabou escolhendo o teatro, escandalizando seu pai. Aos 23 anos (1872) ele posou para seu primeiro retrato teatral, e mudou seu nome para Maurice Barrymore, a fim de não “envergonhar” o pai…

Em 1874, Maurice migrou para os Estados Unidos, e estreou na peça Under the Gaslight, e no ano seguinte estreou na Broadway, onde conheceu a também atriz Georgiana Drew.

Georgiana Emma Drew nasceu em 1856 na FiladélfiaEstados Unidos, e era filha do ator irlandês John Drew (1827/1862) e da atriz inglesa Louisa Lane Drew (1820/1897). Além dos pais, os irmãos de Georgiana também eram atores: Louisa Drew (1852/1888),John Drew Jr. (1853/1927, na foto abaixo) e Sidney Drew (1863/1919).

Foi John Drew Jr. que apresentou Maurice Barrymore para sua irmã Georgie (como era chamada). Os dois logo se apaixonaram e se casaram, em 1876, ele com 27 e ela com 20.

E logo vieram os filhos: Lionel Herbert Blythe (nascido em 1878), Ethel Mae Blythe(nascida em 1879) e John Sidney Blythe (nascido em 1882).

As crianças ficavam com a avó Louisa, enquanto os pais faziam turnês pelos Estados Unidos. Infelizmente, Georgiana morreu em 1893, vítima de tuberculoseLionel tinha 15 anos, Ethel tinha 14 e John tinha 11 anos. E o pai, Maurice tinha 44 anos… Mas, em 1894, ele casou-se novamente, com Mamie Floyd, o que não agradou Ethel

Maurice Barrymore morreu em 1905, internado como louco (efeito da sífilis). Tinha 56 anos…

Lionel Barrymore, o filho mais velho de Maurice e Georgiana, começou sua carreira no teatro, atuando com a avó Louisa e com o tio John Drew Jr., ainda na década de 1890. Em 1901 ele estrelou The Second in Command e em 1902 fez The Mummy and the Hummingbird. Ele tinha 24 anos, nessa época. Em 1904, aos 26, casou-se com a atrizDoris Rankin (1888/1946).

Doris era filha do também ator McKee Rankin, e sua irmã Gladys era casada com o tio deLionelSidney Drew. Então, estava tudo em família…Abaixo, Lionel Doris:

O casal viveu alguns anos em Paris, e depois voltou aos Estados UnidosLionel atuou em peças de teatro com seu irmão John (Peter Ibbetson – 1917 e The Jest – 1919) e com Doris(The Copperhead – 1918). Mas ele já havia começado a atuar em filmes desde 1911, quando fez The Battle. Também atuou em The New York Hat (1912) e Friends e Three Friends(1913).

A irmã de Lionel, Ethel Barrymore, estreou na Broadway em 1895, mesmo ano em que foi realizada a primeira sessão de cinema, em Paris, pelos Irmãos Lumière. A sua peça de estréia foi The Imprudent Young Couple, onde atuou com seu tio, John Drew Jr.

Em 1897, Ethel foi para Londres, onde atuou em Secret Service. Depois, em 1898, ela atuou em The Bells e Peter The Great. Sua beleza e talento chamaram a atenção, a ponto de Winston Churchill, então com 24 anos, lhe pedir em casamento (ela estava com 19 anos).

Apesar da recusa, os dois se tornaram amigos. Ethel retornou aos Estados Unidos e, em 1901, estrelou Captain Jinks of the Horse Marines. Em 1905, atuou em A Doll’s House, deIbsen. Abaixo, a atriz em 1901:

A estréia de Ethel Barrymore no cinema ocorreu em 1914, em O Rouxinol. Seu tio Sidney Drew, e seu irmão Lionel tinham estreado em 1911, e John, o caçula, tinha estreado em 1913. Então, ela foi a última, entre os irmãos, a atuar na sétima arte. E fez 15 filmes mudos, entre 1914 e 1919, mas apenas dois ainda existem: The Awakening of Helena Ritchie (1916, incompleto) e The Call of Her People (1917).

O caçula, John Barrymore, seguiu a carreira teatral, assim como seus parentes. Mas Johnera o mais “problemático”, tendo sido expulso da escola, em 1898 (tinha 16 anos), por ter ido a um bordel. Ele até tentou ser jornalista, mas acabou “cedendo” aos palcos em 1903. Em 1905, já estava atuando em Londres.

Entre 1901 e 1902, John Barrymore tinha namorado a atriz Evelyn Nesbit (1884/1967). Nessa época, ela foi operada. Os dois disseram que era apendicite, mas correram rumores de que havia sido um aborto. Anos depois (1906), Evelyn se envolveu com o arquitetoStanford White, e este foi assassinado por Harry Thaw K., marido dela. No julgamento, tentaram provar que ela era imoral, e John Barrymore foi chamado para depor. Mas negou que ela tivesse feito o tal aborto

Neste mesmo ano, John Barrymore esteve em San Francisco, bem na época do terremoto, e fez inúmeros relatos sobre o mesmo, tentando se promover…

Em 1910, John Barrymore se casou com a também atriz Katherine Harris Corri. Os dois atuaram juntos em Nearly A King e The Lost Bridegroom, ambos de 1916. O casamento acabou um ano depois, em 1917…

Em 1918, morreu o primo dos irmãos BarrymoreS. Rankin Drew (1891/1918), durante aPrimeira Guerra Mundial. E o pai dele, tio dos três, Sidney Drew, morreu no ano seguinte…

E vieram os anos 20. Lionel separou-se de Doris em 1923, após a perda de duas filhas:Ethel Barrymore II (1910/1910) e Mary Barrymore (1916/1917). Neste mesmo ano, ele se casou com Irene Fenwick (1887/1936). Esse segundo casamento durou até 1936, quando ela morreu. Não tiveram filhos…

Irene havia sido amante de John, e os dois irmãos ficaram cerca de dois anos sem se falar…Nessa época, Lionel trabalhou em The Eternal City (1923), Fifty-Fifty (1925), The Bells (1926, com Boris Karloff), e outros.

Ethel havbia se casado em 1909, com Russel Grisworld Colt (1882/1959), com quem teve três filhos: Samuel Peabody Barrymore Colt (1909/1986), Ethel Barrymore Colt(1912/1977) e John Drew Colt (1913/1975). O casal separou-se em 1923. Abaixo, a família em 1914:

Em 1926 ela atuou em Camille, seu último filme. Depois disso, trabalhou apenas em teatro até a sua morte, em 1959.

John Barrymore casou-se, pela segunda vez, com a atriz e poetisa Blanche Oelrichs(1890/1950), e com ela teve uma filha, Diana Blanche Barrymore (1921/1960). No cinema, atuou em Dr. Jekyll e Mr. Hyde (1920), Sherlock Holmes (1922), Beau Brummel (1924), The Sea Beast e Don Juan (ambos de 1926). E todos ainda no tempo do cinema mudo. E foi na estréia de Don Juan que John voltou a falar com Lionel…Abaixo, John Barrymore eBlanch Oelrichs:
Em 1925, o casal separou-se, e em 1928 John Barrymore se casou com a atriz Dolores Costello (1903/1979). Esse casamento durou até 1934, e gerou dois filhos: Dolores Ethel Mae Barrymore (1930/) e John Blythe Barrymore Drew Jr. (1932/2004). Dolorestrabalhou com John no filme The Sea Beast (1926). Abaixo, John Dolores:
Em 1927, morreu outro tio de LionelEthel John, o também ator John Drew Jr.
Em 1931, Lionel Barrymore ganhou um Oscar, por sua atuação em A Free Soul. Em 1932, atuou em Rasputin and The Empress, com Ethel John. Ainda neste ano, atuou com o irmão John e com a atriz Greta Garbo em Grand Hotel. Em 1937, trabalhou em Captain Courageous, em 1946 apareceu em Duel In The Sun e em 1948 atuou em Key Largo. Mas sua fama se deve ao Doctor Kildare, série que protagonizou nas décadas de 30 e 40, e peloSr. Potter, em A Wonderful Life (1946). Lionel Barrymore faleceu em 1954…
John Barrymore separou-se de Dolores Costello em 1934. Em 1936, casou-se com sua quarta e última esposa: Elaine Barrie (1915/2003). Viveu com ela até 1940.

No cinema, fez Moby Dick (1930), Svengali (1931), Grand Hotel (1932), Dinner at Eight  eTopaze (1933). Nessa época, ele já estava tendo problemas com o álcool, inclusive esquecendo suas falas…E veio a falecer em 1942…Abaixo, John Barrymore e Greta Garbo, em Grand Hotel (1932):

Lionel não deixou filhos. Ethel teve três (SamuelEthel John) e John teve outros três (DianaDolores John).

Samuel Barrymore Colt (1909/1986)
Ethel Barrymore Colt (1912/1977)
John Drew Colt (1913/1975)
Diana Blanche Barrymore (1921/1960) – era filha de John Barrymore e Blanche Oelrichs. Foi criada em Paris, longe do pai, e perto da amargura da mãe. Foi enteada deDolores Costello e meia-irmã de John Drew Barrymore. Trabalhou na Broadway e fez alguns filmes (Manpower – 1941; Eagle Squadron e Nightmare – ambos de 1942;  The Adventures of Mark Twain – 1944, e mais alguns). Foi casada com o ator Bramwell Fletcher (1904/1988, 17 anos mais velho que ela) entre 1942 e 1946, John Howard (janeiro a julho de 1947) e o também ator Robert Wilcox (1910/1955, que era violento e batia nela), entre 1950 e 1955. Diana perdeu o pai (de cirrose) quando tinha 21 anos, e a mãe quando tinha 29. Ela abusava do álcool e de drogas, e veio a falecer de overdose em 1960, quando tinha 39 anos…
* não encontrei nada sobre Dolores Barrymore (1930/)…
John Blythe Barrymore Drew Jr. (1932/2004) – foi o segundo filho de John Barrymore eDolores Costello, e meio-irmão de Diana Barrymore. Em 1952, ele se casou com a atrizCara Williams (1925/), com quem teve um filho, John Blyth Barrymore (1954/). O casamento durou até 1959. Em 1960, se casou com Gabriella Pallazoli, e não temos dados de até quando durou essa união. Em 1971, uniu-se a Jaid Barrymore (1946/) e teve uma filha: Drew Barrymore (1975/). Separaram-se em 1984. E finalmente, John se casou com a atriz Nina Wayne (1943/), com quem também teve uma filha, Brahma (Jessica) Blyth Barrymore. Ele fez alguns filmes, entre os quais Quebec (1951), High School Confidential (1958), The Pharaoh’s Woman (1960) e Pontius Pilate (1962), entre outros.
A Nova Geração
Quem representa o Clã Barrymore, atualmente, é a atriz Drew Barrymore (1975/), filha de John Blythe Barrymore Drew Jr., neta de John Barrymore e bisneta de Maurice Barrymore. Desde 1978 (De Repente, O Amor), ela está atuando em Hollywood, e já fez filmes como E.T.,  the Extra-Terrestrial  (1982), Irreconcilable Differences (1984), Cat’s Eye(1985), Motorama (1991), Poison Ivy (1992), Bad Girls (1994), Batman Forever (1995),Scream (1996), The Wedding Singer (1998), Never Been Kissed (1999), Charlie’s Angels(2000), Confessions of a Dangerous Mind (2002), Charlie’s Angels: Full Throttle (2003), 50 First Dates (2004), Music and Lyrics (2007), entre outros…
fonte: http://rogercinema.blogspot.com.br/2012/02/os-barrymore.html
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s